segunda-feira, 9 de janeiro de 2012

Decepções...

O meu coração parte-se,
A vontade chorar é inevitável…
Quero gritar o mais alto que consiga,
Até ficar sem voz…
O mundo começa a dar voltas na minha cabeça.
E a desconfiança apodera-se de mim…
Sempre me engano com as pessoas que me enlouquecem.
Tu és o culpado… Decepcionas-te…
Eu sou culpada… Porque acreditei em ti…
A minha confiança desmoronou…
Um desmoronamento múltiplo de sentimentos.
A única coisa que posso fazer é lamentar,
E rezar para que não aconteça mais,
Pois a cada decepção,
Fica mais difícil reconstruir um mundo de sentimentos puros!

Reacções:

0 Rabiscos:

Enviar um comentário