segunda-feira, 17 de dezembro de 2012

Livros que viraram filmes [3]

E com a recente estreia nos cinemas de "Hobbit" vamos dedicar este artigo aos livros da Saga "O Senhor dos Anéis". O Senhor dos Anéis (título original em inglês: The Lord of the Rings) é um romance de fantasia criado pelo escritor, professor e filólogo britânico J.R.R. Tolkien. Embora Tolkien tenha planejado realizá-lo em volume único, foi originalmente publicado em três volumes: A Irmandade do Anel, As Duas Torres e O Regresso do Rei. Com mais um livro publicado "O Hobbit" em que a história se desenvolve antes dos três volumes citados anteriormente. Os livros foram adaptados para o cinema por Peter Jackson, um premiado roteirista, cineasta e produtor de filmes neozelandês.

Os três filmes foram rodados em simultâneo na Nova Zelândia, faturaram cerca de 3 bilhões de dólares de receitas conjuntas de bilheteira e foram galardoados com 17 Oscars, entre os 30 para os quais foram nomeados. A trilogia alcançou um grande sucesso financeiro, estando os filmes colocados respectivamente em 16º, 9º, e 3º lugares entre as maiores bilheteiras cinematográficas de todos os tempos (posição até o primeiro semestre de 2010).

A Irmandade do Anel


"A Irmandade do Anel", primeira parte de "O Senhor dos Anéis", conta-nos como o feiticeiro Gandalf descobre que o anel possuído por Frodo, o Hobbit, era dominador de todos os Anéis de Poder. E como Frodo e os seus companheiros são perseguidos pelo terror dos Cavaleiros Negros e fogem para Rivendell, onde se reune o Grande Conselho de Elrond, no qual se decide tentar destruir o anel. E assim se constitui a Irmandade do Anel: Frodo e os seus companheiros em representação dos Hobbits; Aragorn e Boromir pelos Homens; Legolas pelos Elfos; Gimli pelos Anões; e Gandalf, o Cinzento.

Juntos iniciam a maior demanda da história da literatura, por rios encantados, altos desfiladeiros que tocam o céu, mundos subterrâneos onde se escondem espíritos terríveis, florestas élficas, tudo parte do maravilhoso mundo da Terra Média.

As Duas Torres



"A Irmandade do Anel" foi desfeita. Após um ataque cerrado de orcs e Uruk-hai, os hobbits Pippin e Merry, companheiros de Frodo, o portador do Anel, são capturados; Boromir, representante da raça dos humanos na Irmandade, é morto; Frodo e Sam põem-se em fuga; Aragorn dos Homens, Legolas dos Elfos e Gimli dos Anões iniciam a perseguição com fim a resgatá-los. Agora, em "As Duas Torres", segunda parte de "O Senhor dos Anéis", é-nos relatada a nova demanda. Da tentativa de refazer a Irmandade, para a destruição do anel. De como Aragorn, Legolas e Gimli reencontram o feiticeiro Gandalf que sobreviveu à batalha com Balrog e de como todos formam aliança com o Rei Théoden do reino de Rohan. De como o feiticeiro Saruman de Isengard, o traidor, reúne as forças das Trevas e, com um exército de dez mil orcs e uruk-hai, ataca o último reduto dos humanos, a antiga fortaleza do Abismo do Elmo, onde se joga o destino final dos povos da Terra Média. E de como Frodo e Sam prosseguem a sua viagem com destino a Mordor, terra inimiga. É o advento das Grandes Trevas.

O Regresso do Rei




Eis que chegámos à terceira e última parte de "O Senhor dos Anéis". A Irmandade do Anel permanece desfeita. A aliança de Aragorn dos Homens, Legolas dos Elfos, Gimli dos Anões e Gandalf, o feiticeiro com o Rei Théoden de Rohan é mais importante do que nunca, pois a batalha na fortaleza do Abismo do Elmo foi apenas o prenúncio do derradeiro confronto. Acompanhado por Sam e traído por Gollum, Frodo, o hobbit Portador do Anel, é picado por Shelob, a monstruosa guardiã do desfiladeiro que serve de passagem secreta para Mordor, por onde eles pretendiam passar. Frodo jaz adormecido e o seu corpo é levado pelos orcs. Agora, em "O Regresso do Rei", terceira parte de "O Senhor dos Anéis", é-nos relatada a última fase da demanda. De como se inicia a Guerra do Anel. De como se reúne o grande exército do Ocidente e se estabelecem as estratégias opostas de Gandalf e Sauron. De como Aragorn tem o destino da Terra Média nas suas mãos e tem de decidir se aceita ou não herdar o trono e liderar os exércitos da Humanidade contra as gigantescas forças de Sauron. Do desenlace da grande história de amor entre Arwen, princesa elfo, e Aragorn, agora posto à prova por Éowyn, a sobrinha do Rei Théoden. E da catástrofe derradeira ao início da grande guerra. Conclui-se assim a maior demanda da história da literatura e a fantástica viagem pelo estranho mundo criado pela imaginação brilhante de Tolkien.

O Hobbit



Esta é a história da aventura de um Baggins, que deu consigo a fazer e a dizer coisas completamente impensáveis… Bilbo Baggins é um hobbit que desfruta de uma vida confortável e sem qualquer ambição. Ele raramente se aventura em viagens, não indo mais longe do que até à dispensa de sua casa, no Fundo do Saco. Mas este conforto será perturbado por Gandalf, o feiticeiro, e por um grupo de treze anões, que num belo dia chegam para o levar numa viagem «de ida e volta». Eles têm um plano para pilhar o espantoso tesouro de Smaug, o Magnífico, um dragão enorme e extremamente perigoso. Encontros inesperados com elfos, gnomos e aranhas gigantes, um dragão que fala, e ainda a presença involuntária na Batalha dos Cinco Exércitos, são apenas algumas das experiências por que Bilbo passará.

Reacções:

0 Rabiscos:

Enviar um comentário