Crítica Literária - Na Cama com um Highlander

"A escritora é conhecida pelos seus livros eróticos, um já foi publicado em Portugal (Obsessão) e o segundo já vem aí (Submissa), mas este livro apresenta uma atmosférica mais romântica, uma escrita leve com cenas engraçadas, divertidas e por vezes até sensuais. "

Crítica Literária - Pecados Escondidos

"Julianne foi uma personagem que me cativou bastante pelo facto de não ser uma rapariga mimada e cabeça de vento (muito costume na época), mas sim uma jovem bastante humilde e que chega a pensar primeiros nos outros e depois nela própria. "

Crítica Literária - O Beijo Encantado

"Para a época em que o livro se passa, os diálogos têm um q.b de texto moderno, mas que torna o livro apetitoso e rápido. "

Crítica Literária - Inocência perdida

Nora Roberts volta a surpreender-me, voltando a enganar-me. Pensei que pela primeira vez tinha descoberto quem era o vilão da história mas nas últimas páginas houve uma reviravolta que me fez ficar de queixo caído, literalmente!

Crítica literária - Rosa Selvagem

"No início do livro, a autora acaba por desenvolver o tema de diferenças de classes mas acaba por ir diminuindo essas referências, o que acabou por haver um ambiente de "mundo cor-de-rosa" em vez de um mundo realista. "

segunda-feira, 31 de dezembro de 2012

Aquisição Dezembro [5]

E vem aí a última aquisição deste mês! Com um livro da Harlequin, Uma Esposa à sua Medida, e um livro da saga Harry Potter, ficando assim a faltar desta última saga dois volumes sendo eles o "Harry Potter e a Ordem de Fénix" e "Harry Potter e os Talismãs da Morte".

Ainda estou à espera que chegue o Pack Linda Howard, mas a encomenda está um pouco atrasada!




Feliz Ano Novo!



Espero que todos tenham todos um Bom e Feliz Ano Novo e que o melhor de 2012 seja o pior de 2013!
Para o blog desejo que seja uma no repleto de novidades alegres e de leituras deliciosas! Agradeço desde de já a todos aqueles que permitiram que este blog crescesse o máximo possível em 2012 e que para o ano cresça o dobro ou o triplo! Divirtam-se hoje e que haja motivos para sorrir!

Novidades para 2013 de Editorial Presença e Bertrand Editora


O Estilete Assassino de Ken Follett

Edição/reimpressão: 2013
Páginas: 384
Editor: Bertrand Editora
ISBN: 9789722525145
Sinopse: Um agente secreto de Hitler, um assassino frio e profissional com o nome de código «Agulha», vê-se envolvido na manobra de diversão dos aliados que antecede o desembarque militar em França. Estamos em 1944, a semanas do Dia D. O Estilete Assassino é um arrebatador bestseller internacional em que o destino da guerra assenta nas mãos de um espião, do seu adversário e de uma mulher corajosa.

Sobre o autor: Ken Follett, nasceu a 5 de Junho de 1949, em Cardiff, Wales. Formado em filosofia, é um autor de grande sucesso, que vê os seus livros darem regularmente origem a filmes ou séries televisivas. A sua primeira obra foi publicada em 1978 sob o título Eye of the Needle, um thriller que venceu o Edgar Award e deu origem a um filme. O seu próximo projeto será a muito aguardada sequela de Os Pilares da Terra. O espólio de Ken Follet está armazenado numa coleção exposta na Saginaw Valley State University, nos Estados Unidos e inclui notas, esboços, manuscritos e correspondência. Follett é um grande apreciador de Shakeaspere e um músico amador.

Guia para Um Final Feliz de Mathew Quick

Edição/reimpressão: 2013
Páginas: 288
Editor: Editorial Presença
ISBN: 9789722349550
Sinopse: Pat Peoples está de regresso ao mundo da normalidade da vida familiar em casa de seus pais após ter permanecido numa instituição psiquiátrica devido a um traumatismo grave. Da memória deste fervoroso adepto dos Eagles de Philadelphia desapareceu uma participação do clube no Super Bowl e a demolição do antigo estádio. Ninguém, lá em casa, lhe fala de Nikki, a sua mulher, e até o seu novo terapeuta parece incitá-lo ao adultério. Tudo assume um aspeto cada vez mais estranho. Como a pouco e pouco se vai revelando, anos da sua vida tinham-se pura e simplesmente apagado. Apesar disso, Pat não se deixa desviar daquela que acredita ser a missão de autoaperfeiçoamento. Guia para Um Final Feliz é uma narrativa vibrante e intensa que nos oferece uma visão refrescante sobre sentimentos de perda, depressão e amor. É também um magnífico romance de estreia que foi adaptado ao cinema e que chega a Portugal a 10 de Janeiro 2013, na mesma data em que estreia o filme.

Sobre o autor: Matthew Quick, nasceu em 1973. Formou-se em Escrita Criativa no Goddard College e foi professor de língua inglesa. Além de Guia para Um Final Feliz(2008), é autor de três romances juvenis. A sua obra recebeu já diversos louvores e prémios – incluindo uma menção honrosa do prémio PEN/Hemingway – , tem sido traduzida para diversas línguas, com excelentes referências nos media. A Weinstein Company e David O. Russell adaptaramGuia para Um Final Feliz ao cinema, com a participação de Robert de Niro, Bradley Cooper e Jennifer Lawrence. O autor vive no Massachusetts com a mulher, a escritora Alicia Bessette.

Novidades da Pastelaria Studios Editora e Editorial Planeta

As Almas Que Me Habitam de Gislaine Becker
Edição/reimpressão: 2013
Páginas: 110
Editor: Pastelaria Studios Editora
ISBN: 9789899781061
Sinopse: Nós, eu e as Almas que me habitam, não somos daqui. Somos de longe, de bem longe. Onde o olhar valia a pena, não a mesma pena do papel. Mas, quiçá, a pena que fazia as mãos escreverem. Ainda te procuro…





Sonhar sem Segredos
 de Iraci Rodrigues

Edição/reimpressão: 2013Páginas: 169
Editor: Pastelaria Studios Editora
ISBN: 9789898629012
Sinopse: Sonhar sem Segredos traz texto poético onde expresso livremente as palavras, as emoções, os devaneios de adolescente... Aqui você poderá navegar na pureza das simples poesias escritas com muito carinho. O que considero ser um pedacinho de mim, a realização de um sonho antigo e guardado...


Amores Altamente Perigosos
de Walter Riso


Edição/reimpressão: 2013
Páginas: 208
Editor: Editorial Planeta
ISBN: 9789896573058
Idioma: Português
Sinopse: SE NÃO SOFRES PELA PESSOA AMADA É PORQUE NÃO A AMAS. 
Muito pelo contrário: amar não é sofrer, e ninguém deveria abrir mão de ser amado e feliz. Por que falhamos tanto no amor? Por que tanta gente escolhe a pessoa errada e mergulha em relações tão perigosas e irracionais? Por que nos resignamos a relações dolorosas? Acreditamos que o amor é infalível e esquecemos algo elementar para a sobrevivência amorosa: nem todas as propostas afectivas são convenientes para o nosso bem estar. Gostemos ou não, algumas formas de amar são francamente insuportáveis e esgotantes. Este texto é dirigido a qualquer pessoa que queira repensar a sua vida afectiva e fazer do amor uma experiência satisfatória. Não é um livro optimista nem pessimista, mas sim realista. Não encontrará aqui as melhores regras para viver com certo tipo de pessoa, mas aprenderá a estabelecer tempos de reflexão para compreender melhor a sua relação enquanto casal e deslindar até onde se justifica lutar ou não por ela. Amar não é sofrer e temos o direito a ser felizes. Este é o bem estar supremo que ninguém nos poderá tirar, nem que seja em nome do amor.

Primeiras novidades de 2013

Além dos livros que já indiquei da editora Saída de Emergência ("Porque és minha", "Inferno de Gabriel" e "Lisboa no ano 2000"), a Editorial Planeta vai nos presenciar com mais duas obras:

Um Anjo falou comigo de Theresa Cheung

Edição/reimpressão:
2013
Páginas: 240
Editor: Editorial Planeta
ISBN: 9789896573416

Sinopse: Theresa Cheung, autora dos best-sellers mais lidos do jornal Sunday Times, com o Um Anjo Chamou por Mim, regressa com uma nova colectânea de surpreendentes histórias verídicas acerca das inúmeras maneiras diferentes que os nossos anjos-da-guarda dispõem para falar connosco e revelar as suas mensagens divinas de conforto, orientação e inspiração. Os relatos notáveis e honestos contidos neste livro são uma prova de que coisas extraordinárias podem acontecer e acontecem mesmo a pessoas comuns, curando e transformando as suas vidas durante esse processo. Leia como: Uma adolescente recebe um bilhete escrito pelo pai - depois da sua morte; Uma voz nítida e calma ajuda uma mãe a salvar a vida do filho às portas da morte; Uma premonição evita que um jovem casal entre num autocarro de turismo que, mais tarde, se despenha, matando dezenas de pessoas; Um espírito atrasa os relógios em relação ao «momento de partir» de um rapazinho. Estas e outras histórias notáveis sobre a intervenção angelical recordam-nos que existe muito mais nesta vida do que alguma vez seremos capazes de saber. Vindos do nada, no nosso mundo conturbado, os nossos anjos podem enviar-nos do outro lado mensagens necessárias de conforto, de compaixão, de bondade e de amor.

Sobre a autora: Theresa Cheung nasceu numa família de espiritualistas com poderes psíquicos. Desde que se formou no King’s College, em Cambridge, tem estado envolvida no estudo sério dos fenómenos paranormais, há mais de 25 anos, tendo sido aluna do College of Psychic Studies, em Londres. É autora de diversos livros, incluindo o best-seller internacional The Element Encyclopedia of 20,000 Dreams, bem como The Element Encyclopedia of the Psychic World,The Element Encyclopedia of Birthdays e Working with Your Sixth Sense.Os seus livros já foram traduzidos em mais de 20 línguas e objecto de artigos nas revistas It’s Fate, Spirit and Destiny e Prediction. Colaborou também em livros de Derek Acorah, Yvette Fielding e Tony Stockwell.

Sussurros Ousados de Emma Wildes

Edição/reimpressão: 2013
Páginas: 320
Editor: Editorial Planeta
ISBN: 9789896573362
Sinopse: Na sociedade do período da Regência, espera-se que as mulheres casem jovens, governem a casa e sejam vistas, não ouvidas. No entanto, estas senhoras dificilmente fazem o que se espera delas… Lady Cecily Francis está resignada a tornar-se esposa de Lorde Drury, o homem por quem desconfia que a irmã nutre uma paixão secreta. Porém, depois do seu primeiro encontro escandaloso com o exótico conde de Augustine - o americano de quem toda a gente fala em surdina -, Cecily fica intrigada com a possibilidade de uma vida mais excitante. Se ao menos conseguisse arranjar maneira de casar com o pouco convencional conde… É conhecido na cidade por Conde Selvagem. Embora tenha herdado o título de forma legítima - e, com ele, a responsabilidade pelas suas três meias-irmãs -, Augustine é meio-americano e meio-iroquês. Mal pode esperar para pôr em ordem o património do pai, casar as irmãs e regressar à sua terra natal. Até que a encantadora Lady Cecily o leva a considerar uma prolongada estada em Inglaterra…

Sobre a autora: Emma Wildes cresceu a devorar livros e a escrita nasceu naturalmente. A autora costuma dizer que adora escrever porque adora ler. Estudou na Universidade de Illinois e é licenciada em Geologia. Vive em Indiana com o marido e três filhos.Foi a autora n.º 1 Fictionwise, WisRWA Reader’s Choice Award, vencedora na categoria de Romance Histórico em 2006 do Loriest Best Published, e em 2007 vencedora do Eppie para o melhor romance erótico.

Curiosidade: Livros que eu gostava...


Que fossem editados cá em Portugal! Há certos livros que eu espero... e espero... e continuo a esperar para serem publicados aqui e nada! Há livros ótimos por aí e as editoras demoram séculos a encontrá-los (isto se os encontrarem!). Deixo aqui alguns deles:

Beautiful Disaster de Jamie McGuire


Saga "Night Huntress" de Jeaniene Frost


Saga "Chicagoland Vampires" de Chloe Neill


Perfect Chemistry de Simone Elkeles


Forget you de Jenniger Echols


The Mermaid's Knight de Jill Myles


Perdida de Carina Rissi


Pleasure's Edge - Eve Berlin


Top 10 do ano 2012


Acabei de fazer o Top 10 deste ano e percebi uma coisa, li muito livros de categoria Fantástico. Também é verdade que é das minhas categorias preferidas e isso reflecte-se na minha biblioteca pessoal em que esta categoria de literatura predomina bastante. Mas também tenho alguns bons romances nesta lista dos melhores livros que li ao longo do ano, já que nestes últimos 3 meses tenho me dedicado à leitura de romances (mais precisamente de Nora Roberts). Mas sem mais demoras aqui fica, por ordem crescente, os dez livros que mais me marcaram no ano 2012:


Como podem ver o meu ano de 2012 em questão de leituras foi marcados com muito romance, sobrenatural, mistério e claro que sempre com um pouco de ação! Veremos o que nos espera 2013!

sexta-feira, 28 de dezembro de 2012

Novidade: O Inferno de Gabriel

Apesar do que parece, este livro não é nada parecido com as Cinquenta Sombras de Grey! É um lindo e belo romance que tem como base a história de Dante e Beatrice. 

Chancela: Saida de Emergência
Data 1ª Edição: 18/01/2013
ISBN: 9789896374853
Nº de Páginas: 512
Dimensões: [160x230]mm
Encadernação: Capa Mole

Sinopse
Venha mergulhar num mundo de obsessões, segredos e prazeres sem limites. 
O enigmático e sedutor professor Gabriel Emerson é um reputado especialista na obra de Dante. Mas à noite dedica-se a uma vida de prazer sem limites, não hesitando em usar a sua beleza de cortar a respiração para manipular as mulheres a satisfazerem cada capricho seu. Talvez por isso se sinta torturado pelo passado e consumido pela crença de que está para lá de qualquer salvação. Quando a jovem Julia Mitchell se inscreve como sua aluna de pósgraduação, Gabriel não consegue ficar indiferente. Ela é linda, deliciosamente inocente, um diamante em bruto para ele polir. Sempre que Julia se apercebe do olhar de predador dele, espera sentir receio, mas o que verdadeiramente sente é uma estranha luxúria que a assusta. Desejando desesperadamente possuí-la, Gabriel põe em perigo não só a sua carreira, como ameaça desenterrar segredos de um passado que preferia manter oculto. Uma história inebriante sobre amor proibido, luxúria e redenção, O Inferno de Gabriel retrata a jornada de um homem que procura escapar do seu próprio inferno pessoal enquanto tenta conquistar o impossível: perdão e amor.

LER AQUI AS PRIMEIRAS PÁGINAS - CLIQUE AQUI

Sobre a autora:
Sylvain Reynard interessa-se pelo modo como a literatura pode ajudar a explorar os aspetos da condição humana – o sofrimento, o sexo, o amor, a fé e a redenção. As suas histórias favoritas são aquelas cujas personagens fazem um caminho, seja físico seja espiritual, onde descobrem novos aspetos sobre si próprios. O modo como a arte, a arquitetura e a música podem ser usados para contar uma história ou para iluminar os traços de uma personagem também são foco da sua atenção. 

Sylvain Reynard costuma usar o seu estatuto para divulgar algumas instituições de caridade como a Now I Lay Me Down To Sleep Foundation, WorldVision, Alex’s Lemonade Stand e Covenant House. Em 2011 foi semifinalista para Melhor Autor do Goodreads Choice Awards e, com o seu romance, semifinalista para Best Romance

terça-feira, 25 de dezembro de 2012

Aquisição Dezembro [4]

E o primeiro livro a receber pelo Natal foi: "História de O" de Pauline Réage. Ainda estou à espera que chegue mais três livros da Bertrand :)


Sinopse:

Um clássico da literatura erótica, considerado um dos mais polémicos romances do século XX. 

As correntes e o silêncio, que deveriam aprisioná-la no fundo de si mesma, sufocá-la, estrangulá-la, libertavam-na…
Ousaria alguma vez dizer-lhe que nenhum prazer, nenhuma alegria, nenhuma fantasia, poderia aproximar-se da felicidade que sentia na liberdade com que ele a usava? A bela e jovem O testa os limites da sua mente e do seu corpo através de uma sexualidade violenta e inquieta neste romance clássico da literatura erótica. Enclausurada no castelo de Roissy, O submete-se a todos os desejos e fantasias do seu amante. A entrega, total, é-lhe escrita na pele, marcada na carne. Um processo de iniciação que vai levá-la mais longe do que alguma vez imaginou: ao lugar onde o prazer máximo pertence ao outro.
Considerado um dos mais polémicos romances do século XX, História d’O foi galardoado com o Prix des Deux Magots, em 1955. 

domingo, 23 de dezembro de 2012

Pilha Cerebral: "Livros com paixão"


Esta semana enviei para o blog Algodão Doce para o Cérebro a minha pilha de livrinhos mais doces, românticos e sensuais. Dá um salto por lá e clique aqui!


Feliz Navidad!

O Rabiscos de uma Leitora deseja a todos os leitores um Bom Natal e um Feliz Ano Novo! ^^


Obrigado a todos que me ajudaram neste 2012 que está quase a acabar aqui através do blogue ou da página de facebook do Rabiscos de uma Leitora e permitiu que este projecto crescesse um pouco mais.

Espero que tenham um Natal cheio de amor, saúde, união, felicidade e família e, como não podia falar, muitos doces e prendinhas (especialmente livros) no sapatinho! E que 2013 seja melhor que 2012!



sábado, 22 de dezembro de 2012

Aquisição Dezembro [3]

E chegou mais um livrinho para a minha prateleira ^^
Da editora Harlequin: "Um Verdadeiro Príncipe"


Sinopse: 

A sua missão aparentemente fácil revelara-se… quase impossível! 

Veronica St. John enfrentava o maior desafio da sua vida. Em apenas dois dias, tinha de ensinar a um desagradável membro das Forças Especiais do Exército como agir para se fazer passar por um príncipe europeu que estava a ser ameaçado por um grupo de terroristas. Era uma missão complicada, no entanto Veronica tinha a certeza de que conseguiria… até conhecer Joe. 
Apesar de fisicamente ser muito parecido com o bonito príncipe, o tenente Joe Catalanotto não tinha nada a ver com o afectado aristocrata. Tudo nele, desde a arrogância dos seus olhos ao seu sotaque nova-iorquino, demonstrava que era um homem normal, não um príncipe. Apenas com um encontro, Veronica soube que seria impossível transformá-lo num membro da realeza. Pelo contrário, Joe estava completamente convencido de ter tudo o que era necessário para levar a bom porto aquela missão.

sexta-feira, 21 de dezembro de 2012

Novidade da Saída de Emergência: Lisboa no Ano 2000


Editora: Saida de Emergência
Coleção: BANG
Data 1ª Edição: 18/01/2013
ISBN: 9789896374778
Nº de Páginas: 438
Dimensões: [160x230]mm
Encadernação: Capa Mole

Sinopse: Lisboa no Ano 2000 recria uma Lisboa que nunca existiu. Uma Lisboa tal como era imaginada, há cem anos, por escritores, jornalistas, cientistas e pensadores. Mergulhar nesta Lisboa é mergulhar numa utopia que se perdeu na nossa memória colectiva. 
Bem-vindos a Lisboa!

Bem-vindos à maior cidade da Europa livre, bem longe do opressivo império germânico. Deslumbrem-se com a mais famosa das jóias do Ocidente! A cidade estende-se a perder de vista. O ar vibra com a melodia incansável da electricidade. Deixem-se fascinar por este lugar único, onde as luzes nunca se apagam, seja de noite, seja de dia. Aqui, a energia eléctrica chega a todos os lares providenciada pelas fabulosas Torres Tesla. Nuvens de zepelins sobem e descem com as carapaças a brilhar ao sol. Monocarris zumbem por todo o lado a incríveis velocidades de mais de cem quilómetros à hora. O ar freme com o estímulo revigorante da electricidade residual. Bem-vindos ao século XX! Lisboa no Ano 2000 recria uma Lisboa que nunca existiu. Uma Lisboa tal como era imaginada, há cem anos, por escritores, jornalistas, cientistas e pensadores. Mergulhar nesta Lisboa é mergulhar numa utopia que se perdeu na nossa memória colectiva.

LER AS PRIMEIRAS PÁGINAS - CLIQUE AQUI

Sobre os autores: João Barreiros, licenciado em filosofia e professor do ensino Secundário, nasceu a 31 de Julho de 1952, numa humilde cidade que em breve iria cair na Sombra dos grandes Antigos. Quando se refez do choque, devorou milhares de títulos em todas as línguas a que conseguiu deitar mão, participou na feitura do Grande Ciclo do Filme de FC de 1984 patrocinado pela Cinemateca Portuguesa e Fundação Gulbenkian, escreveu dois vastos artigos para a Enciclopédia (hoje esgotada e objecto de culto para quem a conseguiu comprar).Dirigiu duas efémeras colecções para as Editoras Gradiva (Col. Contacto) e Clássica (Col. Limites) que o público português resolveu esquecer (pior para ele), publicou um vasto romance de quase 600 páginas com a discreta ajuda de Luis Filipe Silva (de seu nome "Terrarium"), precedido por uma colectânea de contos que chegou a perturbar algumas almas mais sensíveis (O Caçador de Brinquedos e Outras Histórias). Anos mais tarde dedicou-se à história alternativa (A Verdadeira Invasão dos Marcianos) que mereceu edição espanhola e simpáticas criticas no jornal El País. Em 2006, a editora Livros de Areia dedicou-lhe um chapbook com a publicação de uma das suas novelas "malditas": "Disney no Céu Entre os Dumbos".  

João Ventura começou a escrever na adolescência, como muito boa gente, tendo visto alguma coisa (sobretudo poesia) publicada nos suplementos juvenis do Diário de Lisboa e República, de saudosa memória. Quando passou alguns anos fora do país voltou a escrever, talvez como reacção ao facto de ter de viver o quotidiano numa lingua estrangeira.Saltando por cima da presença em alguns concursos (por vezes premiado, outras não...), a fase mais recente da sua escrita tem início quando há alguns anos conheceu o "pessoal da FC", de que não cita nomes para não correr o risco de se esquecer de alguém. São eles que através dos sites, blogues e fanzines que editam, dos concursos e desafios que promovem, têm fornecido o estímulo para uma escrita com alguma continuidade. Como gosta das palavras, criou na blogosfera um espaço para elas, que naturalmente se chama "Das palavras o espaço", onde vai colocando textos com uma certa irregularidade.  

Resenha: A pousada no fim do rio de Nora Roberts



“Olivia MacBride e os seus pais eram a típica família de sonho de Hollywood, não lhes faltando fama, fortuna e amor. Até à noite em que Olivia, de quatro anos, acorda e encontra a mãe brutalmente assassinada aos pés do pai. Nesse momento, a vida de Olivia mudará para sempre. Acolhida pelos avós num recanto resguardado pela Natureza, Olivia aprende a enterrar bem fundo o passado. Determinada a proteger-se de memórias dolorosas, cresce limitando a sua vida às florestas verdejantes e à Pousada do Fim do Rio. Mas quando aparece Noah Brady, a jovem terá de se esforçar muito para resistir à atracção que sente por ele. Infelizmente, o futuro é caprichoso e Noah trai a confiança de Olivia. Apesar de ele nunca desistir de a ajudar a lidar com os traumas do passado, poderá a jovem voltar a confiar em Noah? Mais: o pai de Olivia é liberto da prisão e parece que há segredos terríveis a descobrir sobre aquela fatídica noite”



E vem aí mais uma resenha de um romance de Nora Roberts. Sim, é verdade… Ela conquistou-me! E já ali tenho “Luzes do Norte” há espera de ser lido!

LER AS PRIMEIRAS PÁGINAS - CLIQUE AQUI

Falando sobre o livro “A Pousada no Fim do Rio” este apresenta-nos Olivia MacBride, filha de dois astros de Hollywood, Julie e Sam Tanner. Esta menina podia dizer que tinha uma vida perfeita, mas a inocência da sua infância foi-lhe tirada quando ela acorda durante a noite e encontra a mãe brutalmente assassinada deitada no sofá escritório, com o seu pai ao lado do corpo com uma tesoura ensanguentada na mão. Olivia foge e esconde-se no seu armário agarrada ao seu peluche preferido até que o polícia Frank a encontra. Sam acaba por ser acusado do homicídio da sua esposa, mas o pai de Olivia não se lembra exactamente do que aconteceu porque estava sob o efeito de drogas. Perante este desastre, a menina vai viver com os seus avós maternos na Pousada do Fim do Rio. Eles, junto com Olivia, tentam a todo custo enterrar o passado e a tragédia que abalou toda a família, em meio a muito verde e ar fresco e o assassinato de Julie acaba por se tornar um tabu no seio daquela família. 

O leitor acompanha o crescimento de Olivia e a sua paixão pela natureza. Tudo corre como planeado até que Noah, filho do policia Frank, vai até ao encontro da jovem na universidade com o objetivo de ter algumas informações sobre a noite do homicídio de Julie para escrever um livro, já que a sua profissão é de jornalista. O problema é que no momento em que Noah coloca os olhos em Olivia é despertado dentro de si um enorme desejo e paixão, sentimentos esses que também brotam em Olivia, mas quando esta descobre que ele pretende desenterrar o passado que ela tenta tanto esquecer, a jovem fecha-lhe o coração e expulsa-o da sua vida.

Mas Noah é um rapaz persistente e passado alguns anos, Olivia já está formada e trabalha na Pousada dos avós como guia-turística e na administração, o jovem aluga um quarto na Pousada durante umas semanas com dois objetivos: conquistar Olivia e escrever de uma vez por todas o seu desejado livro. Ele tenta ajudá-la a exorcizar os fantasmas de seu passado, mas a rapariga parece irredutível, ainda mais quando recebe a notícia que o seu pai acabou de deixar a prisão. 

O livro traz-nos vários assuntos que são bastante problemáticos tais como: as drogas, a necessidade de controlo, possessão, mais precisamente na relação de Julie e Sam, pais de Olivia. Esta história também nos ensina que nem tudo o que parece é, e que muitas vezes as pessoas que nos são mais próximas e queridas são as que mais nos magoam e que são capazes de atos e ações inexplicáveis. Temos bastante contacto com a Natureza ao longo do livro e notasse que houve uma certa pesquisa e trabalho da escritora.

Não sei é impressão minha ou talvez de já ter lido tantos romances da Nora Roberts seguidos, mas dá a sensação que a base dos livros dela é sempre a mesma, ou seja, há sempre um casal envolvido, um crime ou algo do género, problemas familiares ou pessoais, e cria uma história. São características comuns que encontrei em todos os livros que li. Nunca li nenhum livro do seu pseudónimo: J.D Robb. Talvez aí o conteúdo e a base das suas histórias mude completamente.

Como já disse nalgumas resenhas, mas volto a repetir, adoro o facto da autora não se concentrar apenas no casal principal. É nos possível conhecer o íntimo de várias personagens além de Olivia e Noah, tal como Julie (que é personagem que está bastante presente no livro apesar de morrer logo no ínicio), Sam, os pais de Julie, o que permite que o leitor não se sinta sufocado. 

Um livro surpreendente que nos ensina que as pessoas que nos são importantes, mesmo depois de já serem uma estrelinha no céu, estão sempre presentes, um livro que nos mostra que mesmo a maior dor do mundo pode ser suportada e vencida se tivermos apoio e muito amor. Realmente um livro surpreendente, desde a primeira até à última página.


quinta-feira, 20 de dezembro de 2012

Aquisições Dezembro [2]

Chegaram mais três livros para a minha prateleira ^^
E eles são:
  • Felizmente há luar - Luís de Sttau Monteiro
  • Eu sou a lenda - Richard Matheson
  • Euromance - Lindsay Armstrong e Penny Jordan


quarta-feira, 19 de dezembro de 2012

Novidade: "Porque és Minha" de Beth Kery

Bem, parece que a moda dos livros eróticos vieram para ficar! Depois da trilogia "As Cinquenta Sombras", o livro "Rendida" que ainda conta com mais volumes e agora "Porque és Minha" desta vez na Editora "Saída de Emergência". Talvez seja já um pouco demais não? Parece que vamos ter uma febre deste tipo de livros tal como aconteceu quando foram publicados os livros da saga "Twilight". Veremos o que futuro dirá. 

P.S: Adoro o facto de serem totalmente originais nas capas! (sarcasmo)

Editora: Saída de Emergência
Data 1ª Edição: 18/01/2013
ISBN: 9789896374815
Nº de Páginas: 320
Dimensões: [160x230]mm
Encadernação: Capa Mole
Sinopse:  A autora bestseller do New York Times, Beth Kery, agarra-nos com um romance inebriante como nenhum outro — onde as regras do desejo são quebradas, noite após noite…
No instante em que Francesca e Ian se conhecem, a atração é mútua; uma carga requintadamente física incendeia ambos. Para Ian, ela é o tipo de mulher a que ele não resiste: inocente e pura. Para Francesca, ele é o tipo de homem que ela mais teme e deseja: sombrio, extremo, autoritário, e interdito. O que se passa entre eles não pode ser ignorado — apenas acatado, evoluindo para um inevitável vínculo.
De um jato particular para um interlúdio em Paris, de um ousado encontro num museu público para a intimidade de um hotel de luxo, Francesca e Ian estão um com o outro sempre que o desejo se torna premente. Mas à medida que a relação deles fica mais intensa, Francesca descobre algo a respeito de Ian — e dela própria — que altera para sempre o jogo e os jogadores. É algo com que eles nunca contaram, algo que lhes faz girar as vidas, delirantemente fora de controlo…

LER AS PRIMEIRAS PÁGINAS - CLIQUE AQUI

Sobre a autora:
BETH KERY cresceu numa casa construída no séc. XIX, o que cultivou o seu amor pelo mistério e o paranormal. Quando não estava à procura de passagens secretas e fantasmas com os seus amigos, devorava livros de fantasia e romances, a par de qualquer outro livro que lhe caísse nas mãos. Hoje em dia tenta equilibrar a sua exigente carreira com o seu amor pela sua cidade, pelas artes e pela vida familiar, e a sua escrita reflete a paixão que tem por tudo isso. Já adulta, começou a investigar a fundo os mistérios do romance e do sexo. É uma autora de êxito com mais de trinta livros e contos publicados, e escreve igualmente sobre o pseudónimo de Bethany Kane. Beth acredita, principalmente, que escrever uma intensa e apaixonada história de amor preenche o leitor a nível sensual, emocional e intelectual.

terça-feira, 18 de dezembro de 2012

Having A Coke With You

Tomar uma Coca-Cola Contigo...

é ainda melhor que uma viagem a San Sebastian, Irun, Hendaye, Biarritz, Bayonne
ou que ficar mal-disposto na Travessera de Gracia em Barcelona
em parte porque nessa camisa laranja tu pareces um São Sebastião melhor e mais feliz
em parte porque eu gosto tanto de ti, em parte porque tu gostas tanto de iogurte
em parte por causa das tulipas laranja fluorescente contra a casca branca das árvores
em parte pelo segredo que nos vem ao sorriso perto de gente e de estatuária
é difícil quando estou contigo acreditar que existe alguma coisa tão parada
tão solene tão desagradável e definitiva como estatuária quando bem na frente delas
na luz quente de Nova York às quatro da tarde nós estamos a andar
de um lado para o outro como a árvore respirando pelos olhos de seus nós

e a exposição de retratos parece não ter nenhum rosto, só tinta
de repente tu surpreendes-te que alguém tenha se dado ao trabalho de pintá-los a
olho
pra ti e prefiro de longe olhar para ti do que para todos os retratos do mundo
excepto talvez às vezes o Cavaleiro Polonês que de qualquer maneira está no Frick
aonde graças a Deus tu nunca foste de modo que eu posso ir contigo pela primeira vez
e isso de tu caminhares tão mais ou menos bonito dá conta do Futurismo
assim como em casa nunca penso no Nu Descendo a Escada ou
num ensaio em algum desenho de Leonardo ou Michelangelo que costumava me deslumbrar
e o que adianta aos Impressionistas tanta pesquisa
quando eles nunca encontraram a pessoa certa para ficar perto de uma árvore quando o sol baixava
ou por sinal Marino Marini que não escolheu o cavaleiro tão bem
quanto o cavalo
acho que eles todos deixaram de ter uma experiência maravilhosa
que eu não vou desperdiçar por isso estou a contar-te


Frank O'Hara


segunda-feira, 17 de dezembro de 2012

Livros que viraram filmes [3]

E com a recente estreia nos cinemas de "Hobbit" vamos dedicar este artigo aos livros da Saga "O Senhor dos Anéis". O Senhor dos Anéis (título original em inglês: The Lord of the Rings) é um romance de fantasia criado pelo escritor, professor e filólogo britânico J.R.R. Tolkien. Embora Tolkien tenha planejado realizá-lo em volume único, foi originalmente publicado em três volumes: A Irmandade do Anel, As Duas Torres e O Regresso do Rei. Com mais um livro publicado "O Hobbit" em que a história se desenvolve antes dos três volumes citados anteriormente. Os livros foram adaptados para o cinema por Peter Jackson, um premiado roteirista, cineasta e produtor de filmes neozelandês.

Os três filmes foram rodados em simultâneo na Nova Zelândia, faturaram cerca de 3 bilhões de dólares de receitas conjuntas de bilheteira e foram galardoados com 17 Oscars, entre os 30 para os quais foram nomeados. A trilogia alcançou um grande sucesso financeiro, estando os filmes colocados respectivamente em 16º, 9º, e 3º lugares entre as maiores bilheteiras cinematográficas de todos os tempos (posição até o primeiro semestre de 2010).

A Irmandade do Anel


"A Irmandade do Anel", primeira parte de "O Senhor dos Anéis", conta-nos como o feiticeiro Gandalf descobre que o anel possuído por Frodo, o Hobbit, era dominador de todos os Anéis de Poder. E como Frodo e os seus companheiros são perseguidos pelo terror dos Cavaleiros Negros e fogem para Rivendell, onde se reune o Grande Conselho de Elrond, no qual se decide tentar destruir o anel. E assim se constitui a Irmandade do Anel: Frodo e os seus companheiros em representação dos Hobbits; Aragorn e Boromir pelos Homens; Legolas pelos Elfos; Gimli pelos Anões; e Gandalf, o Cinzento.

Juntos iniciam a maior demanda da história da literatura, por rios encantados, altos desfiladeiros que tocam o céu, mundos subterrâneos onde se escondem espíritos terríveis, florestas élficas, tudo parte do maravilhoso mundo da Terra Média.

As Duas Torres



"A Irmandade do Anel" foi desfeita. Após um ataque cerrado de orcs e Uruk-hai, os hobbits Pippin e Merry, companheiros de Frodo, o portador do Anel, são capturados; Boromir, representante da raça dos humanos na Irmandade, é morto; Frodo e Sam põem-se em fuga; Aragorn dos Homens, Legolas dos Elfos e Gimli dos Anões iniciam a perseguição com fim a resgatá-los. Agora, em "As Duas Torres", segunda parte de "O Senhor dos Anéis", é-nos relatada a nova demanda. Da tentativa de refazer a Irmandade, para a destruição do anel. De como Aragorn, Legolas e Gimli reencontram o feiticeiro Gandalf que sobreviveu à batalha com Balrog e de como todos formam aliança com o Rei Théoden do reino de Rohan. De como o feiticeiro Saruman de Isengard, o traidor, reúne as forças das Trevas e, com um exército de dez mil orcs e uruk-hai, ataca o último reduto dos humanos, a antiga fortaleza do Abismo do Elmo, onde se joga o destino final dos povos da Terra Média. E de como Frodo e Sam prosseguem a sua viagem com destino a Mordor, terra inimiga. É o advento das Grandes Trevas.

O Regresso do Rei




Eis que chegámos à terceira e última parte de "O Senhor dos Anéis". A Irmandade do Anel permanece desfeita. A aliança de Aragorn dos Homens, Legolas dos Elfos, Gimli dos Anões e Gandalf, o feiticeiro com o Rei Théoden de Rohan é mais importante do que nunca, pois a batalha na fortaleza do Abismo do Elmo foi apenas o prenúncio do derradeiro confronto. Acompanhado por Sam e traído por Gollum, Frodo, o hobbit Portador do Anel, é picado por Shelob, a monstruosa guardiã do desfiladeiro que serve de passagem secreta para Mordor, por onde eles pretendiam passar. Frodo jaz adormecido e o seu corpo é levado pelos orcs. Agora, em "O Regresso do Rei", terceira parte de "O Senhor dos Anéis", é-nos relatada a última fase da demanda. De como se inicia a Guerra do Anel. De como se reúne o grande exército do Ocidente e se estabelecem as estratégias opostas de Gandalf e Sauron. De como Aragorn tem o destino da Terra Média nas suas mãos e tem de decidir se aceita ou não herdar o trono e liderar os exércitos da Humanidade contra as gigantescas forças de Sauron. Do desenlace da grande história de amor entre Arwen, princesa elfo, e Aragorn, agora posto à prova por Éowyn, a sobrinha do Rei Théoden. E da catástrofe derradeira ao início da grande guerra. Conclui-se assim a maior demanda da história da literatura e a fantástica viagem pelo estranho mundo criado pela imaginação brilhante de Tolkien.

O Hobbit



Esta é a história da aventura de um Baggins, que deu consigo a fazer e a dizer coisas completamente impensáveis… Bilbo Baggins é um hobbit que desfruta de uma vida confortável e sem qualquer ambição. Ele raramente se aventura em viagens, não indo mais longe do que até à dispensa de sua casa, no Fundo do Saco. Mas este conforto será perturbado por Gandalf, o feiticeiro, e por um grupo de treze anões, que num belo dia chegam para o levar numa viagem «de ida e volta». Eles têm um plano para pilhar o espantoso tesouro de Smaug, o Magnífico, um dragão enorme e extremamente perigoso. Encontros inesperados com elfos, gnomos e aranhas gigantes, um dragão que fala, e ainda a presença involuntária na Batalha dos Cinco Exércitos, são apenas algumas das experiências por que Bilbo passará.