terça-feira, 26 de fevereiro de 2013

Novidades da Editora Guerra e Paz

E Tudo Acabou em 69 

Autor: Rui Miguel Abreu
Páginas: 184 páginas
Preço: 14,00 €
Gênero: Não Ficção/Música
Editora: Guerra e Paz
Nas livrarias a 21 de Fevereiro
Esta é a história – curta e cheia de grandes histórias – da Filarmónica Fraude, uma banda de rock portuguesa que marcou o fim dos anos 60 com um disco profundamente revolucionário, cuja real importância só agora começa a ser verdadeiramente entendida.
Sinopse:
Na recta final dos anos 60, quando o mundo ardia na fogueira ideológica de uma juventude global que recusava as normas de antanho e elegia os Beatles como os donos dos novos hinos, cinco futuros homens cruzaram-se em Tomar e criaram a Filarmónica Fraude no país orgulhosamente só. O futuro haveria de lhes trazer vidas muito diversas: um tornar-se-ia engenheiro, outro musicólogo, outro ainda professor de educação física, outro escritor de livros, produtor musical e autor de letras de tantas canções que todos aprendemos, enquanto o quinto elemento seguiria viagem pelo mundo fazendo o que o mundo lhe pedia. 

Mas por breves instantes, em 1969, ano de pegadas na Lua, outra Epopeia foi desenhada num estúdio de Lisboa e feita disco que o futuro haveria de reclamar. E cá estamos. 

«A cinco quilómetros de Portimão, na praia de Alvor, ouve-se boa música pop tocada por um conjunto português, a Filarmónica Fraude, que cinco estudantes da cidade de Tomar organizaram para matar o tempo. Como estas coisas não são nenhuma barateza, acrescentamos que o grupo empatou cerca de 180 contos em aparelhagem, incluindo um orgão Hammond comprado praticamente quando chegava à Alfândega de Lisboa».
Uma Visita Politicamente Incorrecta ao Cérebro Humano
Autor: Alexandre Castro Caldas
Páginas: 144 páginas
Preço: 12,99 €
Género: Não Ficção/Divulgação Científica
Editora: Guerra e Paz
Nas livrarias a 21 de Fevereiro

Não vale a pena andar a procura da alma no cérebro, simplesmente porque ela não está lá.
Quem somos, o que somos nós, o que é o cérebro e as suas funções?
Sinopse: 

O cérebro é o órgão do corpo humano que mais mistérios encerra. Há quem considere que ao devassá-lo e descobri-lo se atinge o limiar do conhecimento humano. Mas há quem, em tempos, não lhe tenha reconhecido a faculdade de pensar. Será que na nossa cabeça está preso um amigo do resto do corpo ou, pelo contrário, um ditador do nosso comportamento? Mais ainda, agora que o mapa do cérebro é cada vez mais conhecido, podemos agir sobre ele. Com que limites? Que resta da dignidade e personalidade humanas? Ainda podemos falar de livre-arbítrio? Uma Visita Politicamente Incorrecta ao Cérebro Humano é um livro que reúne reflexões, relatos e factos sobre essa complexa massa de neurónios e sinapses sem a qual não teríamos consciência da vida ou compreensão deste mundo com que todos os dias nos confrontamos. 

Biografia do autor:

Alexandre Castro Caldas nasceu em Lisboa, em 1948. Fez carreira académica na Faculdade de Medicina de Lisboa, onde foi Professor Catedrático de Neurologia até 2004, ano em que aceitou o desafio de criar o Instituto de Ciências da Saúde na Universidade Católica Portuguesa. Dedicou-se, desde cedo, à investigação científica. Começou com António Damásio, em 1970, ficando a dirigir o Laboratório de Estudos de Linguagem, quando, em 1975, Damásio deixou o nosso país. Publicou quatro livros no âmbito das Neurociências e cerca de 200 artigos ou capítulos de livros em revistas internacionais e nacionais. Foi galardoado com o Prémio BIAL de Medicina, em 2000, e com o Distinguished Career Award da International Neuropsychological Society, em 2009, sociedade a que presidiu em 2001-2002.

Reacções:

0 Rabiscos:

Enviar um comentário