sexta-feira, 1 de março de 2013

Crítica Literária - The One for Me de Layla James

O livro relata-nos a história de Katy, uma rapariga de 17 anos que vê o seu mundo dar uma volta de 180º graus em apenas uma semana. E porquê? Bem, num espaço de uma semana o seu namorado de à quase um ano, Hayden, termina com ela por causa de outra rapariga, Holly e os seus pais anunciam o seu divórcio. A jovem pensa que a sua vida não poderia pior, mas quando na aula de ciências é obrigada a trabalhar com Liam, o bad boy da sua escola, Katy vê a sua dignidade irem por cano abaixo, quando numa festa vê Holly e Hayden a beijarem-se, num impulso ela beija Liam. Com apenas um beijo, espalha-se um rumor que destrói a reputação de Katy. Determinada a salvar a sua imagem, ela propõe a Liam um trato: fingem namorar, para parar os rumores enquanto ele ganha uma boa reputação junto dos professores. 

E assim começa um percurso cheio de intrigas, ciúmes, paixões de adolescências e drama. Neste livro observa-mos que as aparências iludem, tal como acontece com Liam, que é visto como o estereótipo de bad boy mas afinal há algo de romântico e carinhoso nele. A personalidade de Katy é um bocado "rainha do drama" e talvez um pouco imatura no início  mas há uma evolução que se nota nas suas ações nos últimos capítulos. A premissa da história não é nada de novo mas permite ao leitor umas boas gargalhadas, especialmente nos diálogos entre Katy e Liam, uma paixão-ódio. É apresentado ainda o facto do que um divórcio pode fazer a uma família, tanto aos pais como aos filhos, todo o sofrimento e dor que acontece durante todo o processo. 

O livro é escrito na primeira pessoa, sempre na perspectiva de Katy, o que permite uma proximidade a esta personagem. Uma história envolvente, que nos agarra na esperança de um final feliz.


Reacções:

0 Rabiscos:

Enviar um comentário