terça-feira, 30 de abril de 2013

Rubrica: Dia da Poesia [4]






Como ontem foi o Dia da Dança, o Dia da Poesia vai ser dedicado a essa arte, que apaixona e emociona tanta gente.


A dança e a alma

A dança? Não é movimento
súbito gesto musical
É concentração,num momento,
da humana graça natural

No solo não,no éter pairamos,
nele amaríamos ficar.
A dança-não vento nos ramos
seiva,força,perene estar
um estar entre céu e chão,
novo domínio conquistado,
onde busque nossa paixão
libertar-se por todo lado...

Onde a alma possa descrever
suas mais divinas parábolas
sem fugir a forma do ser
por sobre o mistério das fábulas
Carlos Drummond de Andrade


Poesia da Dança

Dançar ensina,
Dançar contagia,
Dança tanto menino quanto menina.

Ela não é apenas uma arte,
É também uma paixão,

Nasce apenas com alguns,
De um jeito sem explicação.

Contemporâneo, jazz, balé,
Quem dança pode fazer mágica com seu pé,
Dança de rua, do ventre ou de salão,
Há pessoas que não usam o corpo,
E sim o coração.

Para dançar não existe raça, cor ou idade,
Quem gosta de dançar tem o dom, de verdade.

Nenhum de nós vive eternamente,
Mas a dança sim,
Seu amor e sua arte,
São para sempre.
Nathalia Maynart Cadó

Reacções:

0 Rabiscos:

Enviar um comentário