sexta-feira, 6 de setembro de 2013

[Novidade Literatura de Cordel] As cuecas de Luís Duarte

Sinopse

Era uma vez um jovem rico e bonito que se apaixonou por uma humilde empregada de mesa. Depois de muitas peripécias acabaram por se casar, gerando uma prole lourinha e de olhos azuis. Viveram depois felizes para sempre. Bem, este tipo de história é demasiadamente asséptico. É como beber água destilada. Não sabe a nada. Nitidamente não é esta a história do livro.

Era uma vez um ursinho e uma ursinha de peluche que compartilhavam a mesma prateleira do ToyRus. Apaixonaram-se, e de seguida casaram com toda a pompa e circunstância, tendo como convidados os brinquedos do Toy Story. Como ele não tinha pedalada para ela, ainda pensou tomar comprimidos azuis, mas descobriu que não eram comparticipados pelo SNS. Com ou sem comparticipação, ele andava sem dinheiro para os comprar, porque o Gaspar limpou-lhe os subsídios todos. Como o que ela mais gostava era que trepassem por ela acima, acabou por fugir com um macaco de peluche. É o que acontece a quem é um urso flácido e teso. O ursinho, para combater a dor de corno, lá se ia distraindo a passear nas horas de fecho pela loja fora a meter o nariz em todo o lado. À meia-noite, o ursinho aproximou-se de uma máquina trituradora de papel em funcionamento, e ao debruçar-se sobre ela, desequilibrou-se devido ao peso excessivo dos cornos. Acabou depois por ser vendido a retalho. Desde aí, o ToyRus tem andado assombrado por uma alma penada que ulula à meia-noite em ponto. Bem, isso de amores de ursinhos de peluche é uma mariquice pegada. Também não é esta a história do meu livro.

Era uma vez um macho latino chamado Chico, que armado em Chico esperto... O melhor será comprar o livro para saber a história.

Reacções:

2 Rabiscos:

  1. Bem, é caso para dizer que o livro chama a atenção pela sinopse deveras engraçada, mas que não tem nada a haver com ele! Fiquei curiosa só por isso! XD
    Beijinho

    ResponderEliminar
  2. Também fiquei com curiosidade, se o livro tiver este humor todo deve ser para chorar a rir ;)

    ResponderEliminar