sábado, 18 de janeiro de 2014

Comics: Batman #1 - Truque com facas

A primeira revista que vou opinar por aqui é Batman #1. Este primeiro número desta revista oferece-nos três histórias distintas, pelo menos por agora, sendo elas: Batman #1, O Cavaleiro das Trevas #1 e Detective Comics #1. Este primeiro capítulo conta com 76 páginas divididas pelas três histórias já referidas e tem um custo de 2,60€, com publicação feita pela famosa Panini. Este número já saiu faz quase um ano cá por terras lusas, mas contactando a Panini, provavelmente pode ser conseguido.

Contamos aqui com três histórias bem diferentes e vou começar nesta minha primeira aventura pelo blog, com Batman #1. Não me considero um expert em banda desenhada, por isso isto é uma opinião sincera daquilo que eu acho das revistas, completa e absolutamente pessoal.

Corte das Corujas Parte 1: Truque com facas

Batman tem como objectivo deter uma fuga em massa do asilo Arkham. No entanto, este não é o maior dos seus problemas, já que alguém muito próximo dele pode estar envolvido num violento e sangrento assassinato. É assim que arranca uma das histórias mais badaladas d'Os Novos 52.

Apesar do chamado reboot, Batman não recebeu um verdadeiro reinicio, já que a sua timeline continuou intacta, podendo fazer surgir algumas confusões quando lemos as histórias relacionadas a este herói. Mas apesar disso, é uma história que se compreende bem por si só. Scott Snyder está a cargo do enredo, enquanto Greg Capullo ficou responsável pelo que melhor sabe fazer, o desenho. Estes dois nomes juntaram-se para trazer a história da Corte das Corujas. Uma das histórias mais apetecidas pelos fãs e hoje, que já foi bem ultrapassada este arco histórico, é das melhores deste novo recomeço.

O enredo não tenho muito mais a falar, dizendo apenas que o equilíbrio entre ação e desenvolvimento está bem construído, apenas a apontar o facto de neste primeiro número se passar muito tempo numa sequência algo desinteressante, essa que podia ser contada bem mais resumidamente, mas temos de pensar em tudo existe estes momentos que servem apenas para alongar a história. Já o desenho, Capullo criou algo incrivelmente apetecível. A meu ver é um desenho rico e bem equilibrado.

Apesar dos pontos negativos esta é uma história a tomar em atenção para os fãs e mesmo para quem quer dar um arranque nos comics, é sem dúvida uma bela introdução ao que de melhor se faz na DC Comics. Espera-se melhorias para os próximos números e que este arco histórico possa acabar da melhor forma.

Até à próxima opinião, vemos-nos na próxima página.


★★★★
Nota: 4/5

Reacções:

0 Rabiscos:

Enviar um comentário