quinta-feira, 30 de janeiro de 2014

[Novidade Civilização] Minha querida, queria dizer-te de Louisa Young

As vidas de dois casais muito diferentes estão irrevogavelmente entrelaçadas e são alteradas para sempre neste impressionante épico sobre amor e guerra. Riley Purefoy alista-se no exército durante a I Guerra Mundial para se ver no meio do pesadelo das transformações do século XX. Enquanto Riley e o seu comandante, Peter Locke, lutam pelo seu país e pela própria vida nas trincheiras da Flandres, a adorável e ingénua mulher de Peter, Julia, e Rose, prima dele, aguardam ansiosamente o seu regresso. Mas o homem taciturno e distante que regressa a casa de licença não é o Peter que conheciam. Com apenas 18 anos quando a guerra começa, Nadine e Riley querem fazer promessas um ao outro – mas como podem fazê-lo se o futuro não está nas suas mãos? A paixão da juventude está do seu lado, mas a sua lealdade é posta à prova por um terrível ferimento e pela reabilitação necessariamente imperfeita que se segue. Situado em Ypres, em Londres e em Paris, este romance emocionalmente rico e evocativo é uma poderosa exploração dos efeitos perenes da guerra sobre os que combatem – e os que não combatem – e um testemunho pungente do poder do amor duradouro.  Um livro poderoso que nos deixa sem palavras e com necessidade de reflexão após o seu término. Muito triste, mas ao mesmo tempo tão verdadeiro. Pessoalmente não o quero reler.

Reacções:

1 Rabiscos:

  1. ola :)
    gostei muito deste livro, da intriga da forma como as personagens foram construidas, mas é daqueles que podem nao agradar a todos.
    bjs

    ResponderEliminar