terça-feira, 11 de fevereiro de 2014

[Novidade Dom Quixote] Triunfo do Amor Português de Mário Cláudio

No prefácio ao livro, Agustina Bessa-Luís escreve: «O amor à portuguesa, tema deste livro de Mário Cláudio, escrito de maneira vernácula e às vezes irónica, esclarece-nos sobre a importância da culpa nos caminhos do amor. Conta, e muito bem, os terrores de Camilo quando da morte de Pinheiro Alves, o marido de Ana Plácido. Estando ele a ler na cama, uma mão de ferro aperta-lhe a garganta; o facto de contar esta história demonstra que Camilo vota pela confissão pública do seu adultério. É da culpa que ele retira a imaginação e o arrebato da sua escrita. Não há amor sem culpa. E quanto mais ela é sentida e procurada mais o amor se enovela no coração e a esponja do desejo absorve matérias de prazer infinito. Nem uma só das narrativas de Mário Cláudio está despojada de culpa. Porque o amor se previne com a culpa para ser agente de mudanças. Se fosse preciso afirmar Mário Cláudio como um escritor, este livro "Triunfo do Amor Português" vinha coroar a sua obra.» Celebrando o amor, Mário Cláudio reescreve no presente volume doze histórias de amor e transgressão recriadas a partir de lendas e de episódios da História de Portugal, como as de Pedro e Inês, Leonor Teles e o Conde de Andeiro, Camilo Castelo Branco e Ana Plácido ou António Nobre e Alberto de Oliveira.

Reacções:

1 Rabiscos:

  1. Ele escreve tão bem! A temática também me atrai. a ler, sem dúvida.

    ResponderEliminar